segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

CNE 2ª Divisão 2013/2014

O Campeonato Nacional por Equipas da 2ª divisão tem inicio já dia 18 de Janeiro e a Federação já publicou a lista de inscritos e parece-nos que na nossa série será constituída pelos seguintes clubes:
  • AX Pedro Hispano comandada pelo João Vicente (2069)
  • Sport Operário Marinhense
  • Assembleia Figueirense de Miguel Babo (1889)
  • Casa do Povo Bombarral de Ricardo Evangelista (2129)
  • AX Bombarral/CCMB de Daniel Bray (2157)
  • Casa do Xadrez de Alpiarça do actual Campeão Nacional de Veteranos Victor Ferreira (2040)
  • GX Peões de Alverca de António Vítor (2409)
Resta-nos esperar para ver quando saem as listas das composições das equipas para podermos tirar mais ilações sobre esta nova época que se avizinha.

Até lá.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

II Torneio Almonda

No passado fim de semana de 22 a 24 de Novembro o Cine Clube organizou mais uma edição do Torneio Almonda (em homenagem ao rio que passa no meio de Torres Novas).
O torneio foi realizado no Edifício Mercado Municipal na Av. 8 de Julho em Torres Novas



O Ritmo de Jogo era de 90m+30s para o jogo inteiro e era um torneio que tinha como principal objectivo o de promover o xadrez no distrito de Santarém, mas que infelizmente teve pouca adesão por parte dos outros clubes do distrito.

Sendo assim o torneio começou com jogadores maioritariamente do Cine Clube, mas tivemos também a presença de 3 jogadores de outros clubes: Dominic Cross (Aa de Coimbra), Rudolfo Bento (Sporting CP) e ainda Jorge Bastos (A Peão Cavalgante). Ao todo eram 12 jogadores.

A primeira ronda começou ás 20.30h do dia 22, e teve como pontos altos os jogos de José Tomás - Dominic Cross

Vejamos um diagrama do lance 26.

É a vez de José Tomás, e ele descobre um plano muito criativo com 26. Rh2, a ideia era fazer o rei marchar tabuleiro acima e capturar os peões indefesos de g6 e h5, mas Dominic tinha um plano em mente: Contra jogo. Afinal, a melhor defesa é o ataque.
E joga 26...a4, pois aqui será boa ideia tomar em a4, senão a estrutura de peões das brancas fica fraquissíma. 27. bxa4 Txa4 28. Rg3 c4 29. Rh4 cxd3 30. cxd3, e afinal descobre-se que o plano das brancas fica sem efeito, conseguem descobrir porquê?

Jogam as negras

Bom, o Dominic descobriu porquê e ganhou sem dificuldade.

Outro jogo bem renhido foi o Rudolfo Bento - José Dias




Tirando aquela oportunidade no lance 19, não houve mais nenhuma tão flagrante, e embora o Dias tenha tido ligeira vantagem a maior parte do jogo, acabou por empatar com um jogador teoricamente bem mais forte que ele.

Na segunda ronda assinalar a vitória de José Dias sobre Jorge Bastos, afinal o Dias estava em grande forma, e apanhou toda a gente de surpresa.
De salientar também a vitória de Rui Frazão contra Rudolfo Bento numa longa batalha onde quem teve mais engenho no meio jogo foi o Frazão, depois foi apenas levar o jogo para um final de Bispo vs Cavalo onde as negras tinham 1 peão de vantagem e 2 peões passados na ala de dama.


A terceira ronda ficou marcada por jogos curtos, pois em 3 das partidas, houve menos de 23 lances.
Fica aqui a mais interessante:


José Tomás - Rudolfo Bento



Já o António Alves decidiu começar a distribuir presentes de natal, e deu uma peça ao 9º lance contra o Jorge Bastos. De salutar esta solidariedade em tempos de "Guerra" :)

O Gonçalo Lopes deixou-se enganar numa combinação onde no final, ele acabava com uma torre a menos contra o João Carvalho perdendo assim em 22 lances.



Iamos assim para as derradeiras rondas onde o Diogo Alho já levava meio ponto de vantagem para o resto da concorrência, e estava a uma vitória de chegar aos 2300 Elo Fide.

Na ronda 4 mais uma surpresa por parte do José Dias, que estava infernal, e desta vez bateu João Carvalho

José Dias - João Carvalho




Também o Diogo Alho fez uma boa partida, fica aqui a finalização:

Dominic Cross - Diogo Alho



No jogo do Rudolfo Bento, houve um lance que eu próprio tenho que demonstrar estar surpreso, porque nunca tinha visto tal coisa:

Jorge Bastos - Rudolfo Bento

As negras acabaram de jogar 19...a5, e as brancas respondem 20. Bxf6, ao que Rudolfo Bento toma de Rei! 20...Rxf6!? Haja criatividade!


Realmente é fácil perceber o lance, pois o Bispo negro mantém-se em e7, mantendo a pressão sobre os peões da ala de dama e devido a isto ganhou 1 peão, o que foi suficiente para ir para um final de bispos, com 2 peões passados na ala de dama. 0-1


Na mesa 2 Francisco Cruz e Rui Frazão empatavam num final de bispos de cores contrarias, e com este resultado o Rui Frazão era o único que podia tirar a vitória do torneio ao Diogo, que já estava com 1 ponto de vantagem para o próprio Frazao, e a 1,5 da maioria do pessoal.

Na quinta ronda, uma vitória rápida de Diogo Alho a finalizar o torneio e a demonstrar o poderio dos 2300

Diogo Alho - Rui Frazão




No segundo tabuleiro mais uma partida de muito bom nível do José Dias, mas desta vez não conseguiu vencer o adversário, que era o Dominic Cross, que com esta última vitória assegurou o segundo posto na classificação final voltando assim aos 1900.

Na terceira mesa Francisco Cruz venceu exemplarmente com mestria posicional Rudolfo Bento:

Rudolfo Bento - Francisco Cruz



Numa partida renhida entre João Carvalho e José Tomás, o João terminou o jogo com um mate giro:

João Carvalho - José Tomás

As negras jogam 33...Bxd4?, caíram na tentação de ganhar material mas esqueceram-se que o rei estava demasiado exposto.
34. Bxd4 Txd4 35. Tg5+ e o José Tomás desiste devido a: 35...Rh6 única 36.Tf6++


Na mesa 5 Jorge Bastos com uma Francesa, controlou bem o jogo, e venceu Jorge Fonseca num final de torres com 2 peões a mais.

E Finalmente na mesa 6 onde se disputava a luta pelo "lanterna vermelha" Gonçalo Lopes levou a melhor num jogo muito interessante.
Eis a finalização:

António Alves - Gonçalo Lopes


A classificação final foi a seguinte:

















FOTOS DO EVENTO:

Apesar das dificuldades em mobilizar e organizar torneios deste âmbito, consideramos positiva esta edição e que pretendemos repetir em prol do xadrez. Com mais tempo e mais mobilização cá estaremos e contamos melhorar para que este torneio se torne num 'marco' no calendário. Obrigado a todos e até breve!




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

II Torneio de Xadrez Almonda 2013 de 22 a 24 de Novembro!




II Torneio de Xadrez ALMONDA 2013

Organizado pelo Cine Clube Torres Novas


REGULAMENTO

1. Será disputado em sistema suíço de 5 sessões e jogar-se-á segundo as regras da FIDE e da FPX, com o ritmo de 1h30 + 30s por lance para cada jogador.

2. Será averbada falta de comparência aos jogadores que se apresentem com 30 ou mais minutos de atraso em relação ao horário da sessão e será eliminado qualquer jogador que faltar a duas sessões.

3. A pedido dos jogadores a organização pode conceder 1 bye de ½ ponto a quem o solicitar no ato de inscrição para a 1ªsessão.

4. Será requerida a homologação para Elo FIDE, pelo que só poderão participar jogadores federados na FPX ou na FIDE.

5. As inscrições deverão ser feitas até às 20H do dia 21 de Novembro para o endereço eletrónico xadrez.cctn@gmail.com e têm o custo de 4,00€ para os sócios do clube com quotas em dia e de 5,00€ para os não sócios (1,75€ para a Homologação e a quantia restante para apoio ao clube), que deverão ser pagos no primeiro dia do torneio.


6.Local de Jogo:
Sede do CineClube Torres Novas
Edifício Mercado Municipal na Av. 8 de Julho, Piso -1
2350 Torres Novas


7. O calendário será o seguinte:
1ª Sessão 22-11-2013 (20h30m)
2ª Sessão 23-11-2013 (10h00m)
3ª Sessão 23-11-2013 (16h00m)
4ª Sessão 24-11-2013 (10h00m)
5ª Sessão 24-11-2013 (16h00m)

8. Usar-se-á o programa Swiss-Manager para os emparceiramentos e desempates, sendo o primeiro emparceiramento efetuado no dia.

9. Após o primeiro emparceiramento, qualquer desistência, sem ser por motivo devidamente justificado, impedirá a participação do jogador em futuros torneios do Cine Clube TN sem o pagamento da inscrição neste torneio.

10. Os critérios de desempate estarão conforme o Regulamento de Competições da FPX.

11. Aos casos não previstos no presente regulamento serão aplicadas as regras do jogo de xadrez e os regulamentos da FIDE e da FPX.

12. O Diretor do Torneio será o Sr. Nuno Guedelha e o Árbitro será o Sr. Paulo Costa.

13.Serão atribuídas Lembranças aos três melhorem classificados.


Este é um torneio que tem como objectivo promover o Xadrez no distrito de Santarém e de dar continuidade ao projecto iniciado no ano passado, a secção de Xadrez do CineClube de Torres Novas organiza o seu II Torneio FIDE Almonda 2013.

O Almonda 2013 é direccionado a jogadores distritais apesar de ser um torneio aberto a todos e claro serão todos bem-vindos!


Eis a classificação da última edição:















Esperemos que este ano haja mais afluência :)





sábado, 9 de novembro de 2013

III Fide ADAC/Pombal


No passado fim-de-semana de 25 a 27 de Outubro realizou-se mais uma edição do Torneio Fide de Pombal, organizado pela ADAC em parceria com a Escola Peão Cavalgante de Pombal, num grande esforço de salutar por parte do Sr. Jorge Barrento que conseguiu atrair muitos e bons jogadores para este torneio que a continuar assim, quiçá um dia, se tornará um torneio de renome Internacional :)


Num torneio que teve a presença de 47 jogadores, estavam presentes 1 GM, 1 IM, 1 MN, e no total contabilizava uma média de elos de 1726.

No torneio jovem a AX Pedro Hispano esteve em evidência ao ganhar os escalões sub-12 e sub-14, e quem ficou em 1º na classificação geral foi Pedro Serpa Rodrigues (sub-12), superando todos os jogadores de sub-14. No escalão sub-14 ganhou João Malhão Rodrigues (AX P Hispano), nos sub-10 ganhou Vicente Mota (Ccd Corvos Do Lis), e nos sub-8 ganhou Lucas Jordão (cd Ginásio Louriçal/Apc).
Aqui felicitamos esta juventude, que se tudo correr bem, um dia serão eles no topo dos torneios nacionais.

Ora o Cine Clube TN, fez-se representar então no torneio principal com Francisco Cruz nº16 e José Dias nº32 do torneio.

Á nossa espera tínhamos uma ampla sala, com muito espaço para todos os jogadores pois não havia aquele problema muito comum de ter mesas juntinhas. E estavam também canetas da ADAC para todos os jogadores. Um bom brinde que faz sempre jeito aos mais esquecidos.

Jorge Barrento nos últimos preparativos


Logo na primeira sessão José Dias teve um oponente difícil. Calhou-lhe na rifa o Nuno Guerreiro (2136).
Após uma orangotango, o jogo ficou muito emaranhado, sem trocas de peças, e com apenas um peão de ambos os jogadores eliminado onde o Dias parecia ter posição ligeiramente melhor. Quando se foi chegando os apuros de tempo, o Dias não conseguiu posicionar as suas peças nas melhores casas e ficou passivo demais, e no fim o Nuno Guerreiro sentenciou a partida com uma brilhante sucessão de tácticos.


José Dias [1621] 0 - 1 Nuno Guerreiro [2136]


Já o Francisco Cruz teve uma 1ª sessão discreta, visto que o seu adversário deu falta de comparência.

A segunda sessão correu muito bem às nossas cores. 2 Vitórias.
Em baixo fica a finalização do Francisco contra Jorge Cruz (CX Montemor-o-Velho):




O Dias bateu Alfredo Pereira (Adac) na mesa 23 de negras e recuperou assim da derrota da 1ª ronda.

Na 3ª ronda o Dias jogou contra Miguel Cardoso 1837 (Grupo Xadrez São Marcos) e empatou. Estamos em crer que a meio do jogo o Dias teve muito melhor posição, mas deixou perder alguns peões, e chegou a este final:

Após a sucessão: 1..Rc4 2.Be7 Ta1+ 3. Ba3 Tf1
E as Brancas conseguiram mover o peão rapidamente, e o empate foi selado.

Já o Francisco teve um desafio contra o GM da prova, Bogdan Lalic.
O Resultado foi favorável ao Mestre, mas não deixou de ser um jogo interessante. Eis o que Francisco disse deste jogo:

GM Bogdan Lalic 1 - 0 Francisco Cruz

"Foi um jogo complicadissímo. Era o meu primeiro GM, e confesso que estava um pouco inseguro de mim, pois antes de fazer qualquer lance pensava sempre se estava a fazer um bom lance, porque se não estivesse o mestre acabava com o meu jogo bem depressa. O meu objectivo era fazer um jogo interessante, e até acabou por ser interessante, embora a pressão imposta pelo Mestre foi sempre muito grande, pois eu conhecia mal a abertura, sabia uns 7 lances, mas depois fiquei às escuras. Isso foi um problema, porque tive que gastar tempo a procurar os planos e de cada vez que fazia um lance o meu adversário não demorava mais de 3min para jogar. Eventualmente fiquei em apuros de tempo, mas foi apenas no lance 24 que comecei a fazer erros, depois a partir daí e com menos de 10min no relógio, fiz lances muito maus e acabei por desistir no lance 27 pois ia levar com um duplo, e contra um Mestre, e com pouco tempo no relógio, achei que não valia a pena estar a prolongar o sofrimento."

Na 4ª ronda estava tudo 5 estrelas para ambos os Cineastas, o Dias a meio do jogo já tinha peão a mais, e o adversário (Afonso Fernandes CXB - Clube de Xadrez de Braga) não tinha por onde se mexer, mas aconteceu um pequeno problema inesperado e o Dias foi forçado a desistir.

Já o Francisco fez um jogo exemplar. A meio do jogo atingiu-se uma posição muito confusa, e o Francisco teve que gastar muito tempo, e ficou com 15min, enquanto que o adversário tinha quase 30min. Felizmente o Francisco não se deixou pressionar pelo tempo, e finalizou muito bem. Aqui ficam os últimos lances comentados pelo próprio:




Sortes diferentes para ambos os Cineastas. Na ronda decisiva o Francisco ia lutar pelos primeiros lugares, enquanto que o Dias ia lutar para ficar no meio da tabela classificativa.


Sendo assim, o Francisco ficou de brancas contra Dario Drezzadore (2036) que estava a fazer um torneio fantástico, já tinha batido o Gustavo Pires (2137), e tinha empatado com a jovem potencia, Daniel Bray (2161). De relembrar que o Drezzadore foi o primeiro jogador a impor uma derrota ao Francisco este ano, e seria uma boa altura para o Francisco dar uma derrota ao jovem Italiano. Mas infelizmente, após uma abertura terrível, o Francisco ficou sem contra jogo, á mercê do que o adversário pudesse criar. Mesmo assim ainda conseguiu quase equilibrar o jogo, depois de ter estado com uma desvantagem enorme. Mas depois faltou-lhe técnica para conseguir empatar, e acabou por perder, mais uma vez.
O Dias teve um confronto com uma das Femininas em prova, Raquel Vinagre (Associação Peão Cavalgante) e ganhou sem problemas de maior e contabilizou assim 2,5pts.


José Dias 1 - 0 Raquel Vinagre

Eis então a classificação final:


Duma forma geral, pode-se dizer que ambos os nossos atletas se portaram de uma forma digna. Ficaram acima dos seus rankings iniciais, nenhum deles perdeu com adversários inferiores e as performances também foram boas: 2117 para o Francisco Cruz e 1741 para o José Dias. Foi pena o torneio só ter 5 sessões, pois se tivesse mais, ambos os jogadores tinham mostrado um pouco mais do seu potencial.
Em termos de ELO:
Francisco Cruz 1860 + 14.25 = 1874
José Dias 1621 - 1.35 = 1620

Aqui fica a foto de grupo depois da entrega de prémios:


Ficamos assim ansiosamente à espera da próxima edição deste torneio que tem vindo a ganhar projecção, e só conta ainda com 3 edições.

Por agora, resta-nos intensificar os treinos, pois o calendário da nova época já está feito, e daqui a pouco já temos os Campeonatos Nacionais ai à porta, e desta vez não podemos ser tão solidários com os nossos adversários como fomos no ano passado :)
Portanto, não percam os próximos episódios porque nós, também não!



terça-feira, 29 de outubro de 2013

III Fide Pombal

Para os mais desatentos, o Cine Clube esteve em acção com 2 dos seus mais rodados atletas no passado fim-de-semana em Pombal, no III Fide Pombal/ADAC.
Nos próximos dias postaremos uma notícia mais detalhada sobre este torneio. Fiquem atentos.
Até lá!

domingo, 15 de setembro de 2013

Torneio Xeque-Mate ao Verão / Circuito Nacional de Lentas



Já há algum tempo que não publicávamos nada, pois Agosto é um período fértil em férias e motivo de interesse de outras coisas para além do xadrez. Mas em Agosto o xadrez esteve ao rubro e o Cine Clube teve a presença de 2 atletas no Torneio do Circuito Nacional de Lentas em Lisboa, Xeque-Mate ao Verão que decorreu de 10 a15 de Agosto. O Torneio consistia em 7 sessões no ritmo de 90+30s sendo que no primeiro dia tinha sessão dupla.
Apresentaram-se 55 jogadores dos quais 4 eram Mestres Nacionais, 1 Mestre Internacional, e ainda uma Mestre Fide Feminina e uma Candidate Master Feminina, e o ELO médio dos jogadores era de 1837.

Os nossos guerreiros eram:
nº 34 Francisco Cruz (1849)
nº 46 José Dias (1620)

Antes deste torneio já tinha havido um torneio em Gaia, que tinha sido ganho pelo MI Sérgio Rocha. De relembrar que no fim deste circuito os 6 melhores classificados de todos os torneios, irão participar num torneio final.
Voltando ao Torneio.
Ambos os nossos jogadores se portaram bem duma forma geral, pois fizeram uma performance superior aos seus ELOs actuais. Tiveram até que fazer um derby! Coisa incrível num torneio com tanta gente, mas é assim, se fosse para sair o euromilhões já não se avistava tanta "sorte" :)

Aqui estão os respectivos adversários do Francisco Cruz, e respectivos resultados:

O Francisco teve uma performance de 1942 e conseguiu ainda subir 11 pontinhos no ELO, o que podia ter sido bastante melhor se não fosse um erro de principiante na última ronda do torneio, mas é assim, faz parte da evolução de cada um. A errar é que se aprende.

Já o José Dias fez o seguinte:

O Dias teve como ponto alto a vitória contra o sr. Alberto Achiles Mendes, não teve uma tarefa nada fácil pois a média dos seus adversários foi de 1885, mesmo assim fez uma performance de 1698.

Vamos apresentar então alguns problemas de xadrez oriundos dos jogos dos nossos atletas, e alguns jogos em completo, para aqueles com sede de ver xadrez.

Ronda 5: Francisco Cruz - Luís Reis 

Aqui o Francisco jogou 25. De6, o que ganha um peão, mas tinha algo que lhe dava vantagem decisiva...conseguem descobrir?
A torre de d7 esta pregada, sendo assim, o peão de d6 esta sem protecção, e a torre em g8 não está protegida por nenhuma peça...

25. Te7! ao qual se seguiria os lances: 25...Rc7 26. De6 (atacando o peão com a dama e torre)
Agora se:
26...Tgd8 27. Dxd6 +-
26...De5 27. Txd7+ Cxd7 28. Dxg8 Dh5 +/-







E por fim, aqui fica o derby Cineasta:



Num torneio onde os 3 primeiros foram Luis Neves, MI Paulo Dias e  Hugo Lima Santos, pôde-se ver umas melhoras no jogo táctico do Dias, e o resultado final comprovou uma boa prestação. Acabou em 39º com 3pts e subiu 1pt no ELO fide.
O Francisco também se portou bem duma forma geral, apesar de ter feito alguns erros nas partidas, por vezes teve sorte em certos resultados mas no fim ficou em 27º com 3,5pts e subiu 11pts no ELO fide.

Estamos em crer que esta iniciativa da FPX foi uma boa ideia. São torneios que chamam os melhores jogadores nacionais ao encontro de jovens e graudos, que pretendem evoluir, e sabemos o quanto isso acontece quando se joga com jogadores mais fortes. Esperamos que no próximo ano mais associações se juntem a este projecto, que poderá levar os melhores jogadores portugueses a locais onde não há tanta concorrência assim.

Não percam o próximo episódio, porque nós também não :)

sábado, 27 de julho de 2013

Campeonato Nacional Individual Absoluto - Fase de Apuramento 2013

Realizou-se na passada semana de 15 a 21 de Julho o Campeonato Nacional Absoluto - Fase de Apuramento, onde marcou presença o "Cineasta" José Dias.
Estava em disputa 3 lugares de acesso á Fase Final do Individual Absoluto que se irá realizar de 31 de Agosto a 8 de Setembro, e tinha ainda os seguintes prémios monetários:

1º classificado: 200,00€
2º classificado: 150,00€
3º classificado: 100,00€
4º classificado: 75,00€
5º classificado: 50,00€

Ao iniciar-se o torneio percebeu-se que seria uma competição cheia de entusiasmo pois havia muitos jogadores fortes. 
69 jogadores realizaram o torneio, entre eles haviam:
  • 15 jogadores entre os 1900 - 1999 ELO
  • 7 jogadores entre os 2000-2099 ELO
  • 5 jogadores entre 2100-2199 ELO
  • 3 jogadores entre 2000-2299 ELO
  • 1 jogador com 2300 ELO
A média total do torneio era de 1846 pelo que se adivinhava um torneio de excelente qualidade.
O nosso José Dias (1621) era o 55º jogador da lista inicial.

O torneio não lhe começou muito bem, averbando 2 derrotas nas primeiras 2 rondas, mas na 3ª ronda o Dias encontrou o seu ritmo e venceu José Mouquinho (1512):




Na ronda 4 o Dias até saiu bem da abertura com peão a mais, mas no meio jogo fez algumas imprecisões que o levaram para um final de torres com posição bem inferior e mais tarde levou uma série de tácticos que desmoronaram a sua posição.
Na ronda 5 voltou a ganhar contra José Marcelino (1387).
E na ronda 6, fez um jogo de excelente qualidade contra a WCM Sara Monteiro:




O Dias teve uma oportunidade para ganhar vantagem, mas era algo difícil de ver. Mesmo assim deu trabalho à WCM Sara Monteiro. Bom jogo.

Na Ronda 7, o Dias jogou de negras contra o José Fonte e falhou um táctico enorme, que lhe daria vantagem decisiva:
(São as Negras a jogar)

O Dias acabou por fazer roque pequeno, mas aqui Dxf3!! Só não ganha instantaneamente, porque as brancas podem jogar Tg1. Mas as negras ficariam com uma iniciativa tremenda e claro, 1 peão a mais.
Acabou por perder o jogo devido a outra série de tácticos. Daqui podemos deduzir que andam a faltar alguns problemas de táctica ao José Dias :)

Na ronda 8 empata com Beatriz Ferreira (1559) AX Mamede Diogo.
E na ronda 9 perdeu contra Carlos Aguiar (1891).
No total fez 3 pontos, uma performance de 1632, e apenas ganhou a Josés :)
No fim acabou no 61º posto da Geral Classificativa.

Em relação aos primeiros lugares da classificação, ficou assim distribuido:
  1. FM Vasco Diogo 7,5pts
  2. Hugo Lima Santos 7pts
  3. NM Luís Reis 7pts
  4. Daniel Bray 6,5pts (sub-20)
  5. Henrique Aguiar 6,5pts (sub-16)
  6. NM Vitor Guerra 6pts
  7. Nuno Guerreiro 6pts
  8. WFM Margarida Coimbra 6pts
  9. Miguel Silva 6pts
  10. NM Carlos Carneiro 6pts

De salientar ainda a boa iniciativa de a FPX ter transmitido os 8 primeiros tabuleiros do torneio, algo que faz chegar o melhor do xadrez nacional a todos os cantos de Portugal.
Todas as partidas podem ser observadas aqui: http://www.fpx.pt/web/20122013/cni-absoluto-fase-apuramento

Voltaremos com mais noticias em breve, até lá.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

CNE: 6ª Ronda Francisco Cruz vs Pedro Serrano (NA Cucujães)

Vamos recuar um pouco no tempo, e rever um dos jogos da 6ª ronda do CNE que foi realizado no concentrado em Torres Novas.
Esta partida está comentada pelo próprio Francisco, portanto desde já pedimos desculpa por qualquer análise errada :)

Francisco Cruz VS Pedro Serrano (NA Cucujães)



No fim o Francisco acabou por ganhar, e a equipa ganhou por 2,5-1,5 ao NA Cucujães.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Torneio de Xadrez das Festas da Cidade de Abrantes

Realizou-se este Domingo dia 16 o Torneio de xadrez das festas da cidade de Abrantes organizado pelo Sporting Clube de Abrantes e contou com a participação de 43 jogadores.
O Cine Clube fez-se representar por 6 atletas:

  • Paulo Costa
  • José Dias
  • Francisco Cruz
  • José Tomás
  • António Alves
  • Miguel Gaião
(Francisco Cruz vs Emídio Direito [SCA] na zona de aquecimento para o torneio)

Bom torneio, com alguns jogadores fortes o que fazia adivinhar um torneio competitivo.
Era composto por 6 rondas, com um ritmo de 20min para cada jogador e não tinha taxa de inscrição, o que com esta crise  vem mesmo a calhar :)

Aqui fica a classificação final:


Rk. Nome Tipo sexo FED Elo EloN Clube/Cidade Pts.  Des 1 Des 2 Des 3
1 Costa Paulo Jorge Lopes Da      POR 2047 2047 Cine Clube Torres Novas 5 15,5 20,5 134
2 Cavadas Francisco Manuel Silv  U16   POR 1677 1677 Associação P Cavalgante 5 14,5 19,5 131
3 Correia Rui Almeida      POR 1624 1624 S.C.Abrantes 5 13,5 18 130
4 Encarnação Rui Alberto Cardoso      POR 2085 2085 Guarda 05 aos 80 4,5 18,5 23,5 125
5 Costa Hugo Jorge Duque Da      POR 1765 1765 S.C.Abrantes 4,5 16 21 127
6 Direito Emídio Manuel Martinh      POR 1630 1630 S.C.Abrantes 4,5 14 18 124
7 Dias José De Oliveira Gaspar      POR 1700 1700 Cine Clube Torres Novas 4,5 12 15,5 114
8 Cavadas José Manuel Gonçalves      POR 1600 1600 Associação P Cavalgante 4 15,5 20 124
9 Santos Pedro Miguel Da Rosa      POR 1705 1705 S.C.Abrantes 4 13 17,5 117
10 Cruz Francisco Manuel Nunes M      POR 1560 1560 Cine Clube Torres Novas 4 12,5 17 115
11 Belo André Nabais Moura      POR 1670 1670 Associação P Cavalgante 3,5 15,5 20,5 121
12 Garcia António Manuel Da Cost      POR 1862 1862 Gx Alekhine 3,5 15 20 116
13 Fonseca Eurico Santos  U12   POR 1481 1481 Cx Colégio Português 3,5 15 20 108
14 Bastos Jorge Manuel De Carval      POR 1784 1784 Associação P Cavalgante 3,5 14,5 19,5 114
15 Marçal Armando Paulo Gomes  S60   POR 1788 1788 S.C.Abrantes 3,5 14,5 19,5 108
16 Lopes José Eduardo Dos Santos      POR 1613 1613 Cine Clube Torres Novas 3,5 13 17,5 111
17 Carraco Filipe Gonçalves  U16   POR 1251 1251 Cd Ginásio Louriçal/Apc 3,5 12,5 17 104
18 Azevedo Antonio Alves      POR 1500 1500 Cine Clube Torres Novas 3,5 12 17 117
19 Bispo Nuno Miguel Martins      POR 1500 1500 S.C.Abrantes 3,5 10,5 14 112
20 Ferreira Marino Branco Gonçal  S60   POR 1500 1500 Guarda 05 aos 80 3,5 10 14,5 118
21 Santos Gonçalo Miguel Rosa      POR 1591 1591 S.C.Abrantes 3 13,5 18,5 108
22 Andrade Marco      POR 1500 1500 S.C.Abrantes 3 12 17 99,5
23 Santos Jorge Manuel Dos Reis      POR 1488 1488 S.C.Abrantes 3 12 16 107
24 Cotão Alexandre      POR 1500 1500 S.C.Abrantes 3 11,5 16,5 105
25 Monteiro Paulo Jorge Simão      POR 1497 1497 S.C.Abrantes 3 11,5 15 104
26 Rodrigues Ricardo Jorge Simõe      POR 1493 1493 S.C.Abrantes 3 11 15,5 109
27 Oliveira Tomas Honorio  U18   POR 1497 1497 Associação P Cavalgante 3 11 15 113
28 Gonçalves Lucas Jordão  U08   POR 1076 1076 Cd Ginásio Louriçal/Apc 3 10 14,5 106
29 Rodrigues Constança Filipa Fe  U12 w POR 1341 1341 Associação P Cavalgante 3 10 13,5 103
30 Coelho António Manuel Belém E      POR 1500 1500 S.C.Abrantes 2,5 12 16,5 119
31 Lopes Paulo Henriques      POR 1617 1617 S.C.Abrantes 2 14,5 19,5 104
32 Alves Fernando      POR 1500 1500 S.C.Abrantes 2 11 14,5 96,5
33 Encarnação Tomás Alexandre Sa  U08   POR 1050 1050 Guarda 05 aos 80 2 10 14,5 85,5
34 Pereira Victor  U14   POR 1200 1200 S.C.Abrantes 2 9,5 13 108
35 Roseiro José Pedro  U14   POR 1200 1200 S.C.Abrantes 2 9,5 13 101
36 Marçal Francisco Pedro Correi  U12   POR 1062 1062 S.C.Abrantes 2 9,5 12,5 83,5
37 Bispo Daniel José Da Silva  U08   POR 1050 1050 S.C.Abrantes 2 9 12,5 101
38 Madelino Manuel  U10   POR 1100 1100 S.C.Abrantes 2 8,5 11,5 84,5
39 Fernandes Tiago Matos  U10   POR 1100 1100 S.C.Abrantes 2 6,5 10,5 87,5
40 Gaião Miguel Cabaça  U10   POR 1344 1344 Cine Clube Torres Novas 1,5 13,5 18,5 98,5
41 Cotão Carlos  U16   POR 1250 1250 S.C.Abrantes 1 10,5 15,5 95,5
42 Encarnação Diogo Alexandre Sa  U08   POR 1050 1050 Guarda 05 aos 80 1 10,5 14 76
43 Ventura Fernando  U10   POR 1100 1100 S.C.Abrantes 1 8,5 12,5 78,5

Paulo Costa venceu o torneio

Seguido das 2 surpresas, o Francisco Cavadas, e o Rui Correia que andou muito tempo em "off-season", mas que voltou em forma.
Por equipas terminámos em 2º lugar, com menos 1 ponto que o Sporting Clube de Abrantes, que se apresentou em grande forma.

S. C. Abrantes 18pts
3º Rui Correia 5pts
5º Hugo Duque da Costa 4,5pts
6º Emídio Direito 4,5pts
9º Pedro Rosa Santos 4pts

Cine Clube TN 17pts
1º Paulo Costa 5pts
7º José Dias 4,5pts
10º Francisco Cruz 4pts
16º José Tomás 3,5pts


Associação Peão Cavalgante 16pts
2º Francisco Cavadas 5pts
8º José Cavadas 4pts
11º André Belo 3,5pts
14º Jorge Bastos 3,5

Guarda 05 aos 80 11pts
4º Rui Encarnação 4,5pts
20º Marino Ferreira 3,5pts
33º Tomás Encarnação 2pts
42º Diogo Encarnação 1pt

Na última ronda o Paulo Costa concede um empate ao Hugo Duque da Costa, mas nessa altura a posição do Rui Encarnação ja era inferior á do Francisco Cavadas, que mais tarde ganhou, e assim o Paulo ganhou o torneio.
Excelente torneio do José Dias que ficou no top ten.
O José Tomás também esteve bem, perdendo só com António Garcia (GX Alekhine) e com o José Dias.
O António Alves, teve um final de torneio dificil, defrontando jogadores fortes, mesmo assim fez 3,5 o que foi uma boa prestação.
O nosso pequeno grande jogador, Miguel Gaião, ficou um pouco frustrado pela sua prestação após o torneio, mas convém relembrar que é com derrotas que se fazem campeões, há que levantar a cabeça, e continuar a lutar, e a aprender com os erros. Força Miguel!
De salientar ainda a boa iniciativa do clube abrantino, e uma boa presença do Cine Clube também, e para o próximo ano esperamos pela nova edição.
Como se pode ver, as fotos foram parar ao Blog do desporto em Abrantes, que pode ser consultado aqui:

Portanto, não percam o próximo episódio, porque nós, também não :)